sexta-feira, 4 de setembro de 2009

AVISO URGENTE

BOLSA-MEC
Acessem o e-mail coletivo e baixe arquivos importantes sobre a Bolsa do MEC

segunda-feira, 20 de julho de 2009

PAULISTANA-PI

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ
17ª GERÊNCIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO
COORDENAÇÃO DE ENSINOAPRENDIZAGEM – CEA
PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR
FORMADOR I: MAURÍCIO FRANCISCO DOS SANTOS
FORMADOR II: FÁBIO

RELATÓRIO DA OFICINA INTRODUTÓRIA E DA 1ª OFICINA DO TP 3

Valdineide Maria Coelho
Paulistana, PI
Junho - 2009

No dia 30/01/09 se deu a abertura do ano letivo na U. E. Lucinete Santana onde foram apresentados todos os programas a serem desenvolvidos pela 17ª GRE, incluindo o Programa Gestão da Aprendizagem Escolar – Gestar II.
O primeiro contato com as salas de aulas dos nossos professores-cursistas ocorreu dias 02 e 03 de março para familiarização com as novas atividades relacionadas ao trabalho.
Deparou—se com turmas muitas vezes superlotadas, em que o professor tem enfrentado diversos problemas dentre eles: falta de atenção por parte dos alunos, dificuldade de acompanhar o livro didático, por apresentarem um nível inferior ao exigido pela série em que estão cursando. Além desses problemas mencionados, outro que tem estado presente na maioria das escolas públicas é a ausência dos pais na escola e no acompanhamento das atividades dos filhos.
O material do Gestar II chegou ao município (Paulistana-PI) no dia 23 de abril de 2009 (quinta-feira), não sendo possível, portanto, realizar a abertura do referido Programa com os cursistas na sexta-feira do dia 1° de maio em virtude do feriado. Assim, foi apresentado aos professores de 5ª a 8ª e coordenadores pedagógicos no dia 08/05/09 mesmo com insuficiência de material. O encontro teve o objetivo de apresentar o Programa detalhadamente e ainda informar os professores sobre o portfólio e o projeto.
Dia 22/05/09 adentrou-se no conteúdo do TP 3, Foram trabalhadas as unidades 9 e 10. Os cursistas realizaram atividades do mesmo, refletiram sobre o que é trabalho, através de várias imagens pesquisadas na internet e do próprio TP. Após uma sensibilização sobre o trabalho com a linguagem, os cursistas foram convidados à darem seu conceito de gênero textual em uma folha em branco.
Realizaram atividades coletivas fazendo associações de textos aos seus respectivos gêneros e de gêneros às suas correspondentes características. Produziram cordel, notícia e conto.
No momento destinado ao relato de experiências, os professores - cursistas discutiram fatores favoráveis e desfavoráveis à aprendizagem dos alunos. Como fator favorável foi bastante citado a questão do investimento maior de recursos na educação como um todo. Em contrapartida, tem-se observado que a ausência da família na participação da educação do filho tem gerado imensos problemas. O encontro foi encerrado com a apresentação dos trabalhos coletivos e em seguida com a mensagem intitulada por professor-educador de autor desconhecido.

ALVORADA DO GURGUÉIA-PI

Relatório de Formação Cursista GESTAR II
Alvorada do Gurguéia

Área de Formação – Língua Portuguesa
Formadora – Sheily Maria Gomes Miranda
Cidade – Alvorada do Gurguéia – Estado Piauí

METODOLOGIA APLICATIVA, ATIVIDADES REALIZADAS E RESULTADOS OBTIDOS;

Dia 20/06/2009

Manhã – Na escola Municipal Nossa Senhora Aparecida me reunir com os professores cursistas para o nosso 7º encontro. Começados nossos trabalhos com as boas vindas em seguida apresentação dinâmica sobre a importância de conquistar nossos alunos.
Logo após repassei os principais informações do encontro em Teresina. Continuamos com os estudos do TP3 Unidade 10.

Tarde Reiniciamos nossos trabalhos com debates sobre Gêneros e Tipos Textuais, relato das experiências em sala de aula, exibição de vídeo (O Professor Educador). Realizamos trabalho em grupo sobre Gêneros e Tipos Textuais. Encerramos o nosso encontro com um texto reflexivo (Folha em Branco),Tiramos as dúvidas sobre o projeto e portfólio.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Depois de confirmar o término do curso em outubro, os cursistas disseram que não dará tempo de concluir os trabalhos de uma maneira eficaz, mesmo assim farão o possível.
Apesar dos professores de Língua Portuguesa ser acarretados de trabalhos como: sala de aula, Prova Brasil,
Olimpíadas e agora o GESTAR II. Percebo que eles estão empolgados com o programa, pois índice de falta é mínima.

Abraços e beijos

Sheily Maria Gomes Miranda

MAURÍCIO+FÁBIO+GESTAR+SHEILY=APRENDIZAGEM
ALVORADA DO GURGUEIA- PI 25/06/2009

LAGOA DO BARRO DO PIAUÍ

PROGRAMA GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR – GESTAR II
FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DAS SÉRIES/ANOS FINAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL
LÍNGUA PORTUGUESA
FORMADORA SANDRA COELHO AMORIM COSTA

RELATÓRIO DAS OFICINAS

LAGOA DO BARRO DO PIAUÍ, JUNHO DE 2009
O presente trabalho tem como objetivo relatar o desenvolvimento dos encontros realizados com os cursistas do GESTAR II – Programa de Formação Continuada para professores das séries finais do Ensino Fundamental – Língua Portuguesa do município de Lagoa do Barro do Piauí, ocorridos nos dias 25 de abril e 23 de maio de 2009.
No dia 25 de abril foi realizada a oficina Introdutória para entrega do material e detalhamento da metodologia do programa, onde estiveram reunidos todos os professores, coordenadores pedagógicos, diretores, Secretária Municipal de Educação entre outros. Este primeiro contato com os cursistas foi muito gratificante; eles demonstraram bastante interesse em participar do curso e puderam perceber a importância dessa formação para o desenvolvimento da prática pedagógica em sala de aula. Nesta oportunidade apresentei um slide sobre o portifólio e expliquei sobre este instrumento de avaliação pelo qual eles serão avaliados; indiquei qual o TP e as unidades a serem estudadas e passei o cronograma para os estudos individuais e encontros presenciais.
No dia 23 de maio foi realizada a oficina para sistematização dos conhecimentos e transposição didática das unidades 9 e 10 do TP3 – que envolve assuntos sobre os gêneros textuais e suas classificações. Começamos o encontro com as discussões e comentários dos conteúdos abordados nas unidades 9 e 10, onde pude perceber que alguns cursistas encontraram dificuldades a respeito da teoria dos conteúdos, principalmente os professores que não tem graduação em Letras – Português. Após essas discussões os cursistas apresentaram através de relatos o desenvolvimento da prática realizada com os alunos na sala de aula.
Para a realização do Avançando na Prática eles realizaram atividades diversificadas, onde alguns optaram por trabalhar com a biografia, enquanto outros optaram pela produção de gêneros textuais.
É importante considerar que todos desempenharam um trabalho bastante significativo, organizado, com a utilização de cartaz para a abordagem do conteúdo, entrevistas e registraram com fotografias. Eles comentaram também que a maior dificuldade quanto à realização do Gestar, é a falta de tempo para estudar e organizar o material para a transposição didática.
Alguns cursistas relataram que grande parte dos alunos têm dificuldades na leitura, escrita, e cometem muitos erros de ortografia, pontuação, etc.


FLORESTA DO PIAUÍ

RELATÓRIO
O relatório que ora apresento tem como finalidade fazer um relato reflexivo dos temas discutidos nas oficinas introdutórias do programa GESTAR II no município de Floresta do Piauí.
A implementação do programa GESTAR II no município teve início na segunda quinzena de abril ano corrente (2009). Um pouco atrasado por falta de material didático.
A primeira oficina aconteceu no dia 19/04/09, com todos os cursistas de Língua Portuguesa e Matemática juntos com duração de 08:00h. Então foi iniciado o estudo do Guia Geral. No principio, juntamente com a formadora de matemática e a coordenadora organizamos o espaço físico com faixas, cartazes e equipamentos audiovisuais. Na media em que os cursistas chegavam, eram acolhidos e orientados a preencher a ficha de inscrição do cursista. Já todos reunidos, foram vivenciados um momento de espiritualidade com orações e reflexão do texto “Apaixone-se”. Logo, foi feito uma discussão informal sobre o programa, oportunizando a cada cursista expor oralmente suas expectativas com relação ao curso. Entre tantas expectativas, as mais verbalizadas foram “melhorar a prática de sala-de-aula e encontrar um meio eficaz que possa sanar as dificuldades de aprendizagem do educando”. Em seguida foi feito a explanação em Power Point da unidade 1, onde os cursistas conheceram melhor os fundamentos do programa e sua articulação como política de formação continuada em serviço. Na medida em que era visualizado o conteúdo, ele era lido e discutido seção por seção, com isso, os cursistas puderam se inteirar do programa bem como sua caracterização, modalidade e as ações que integram o GESTAR II.
Pela tarde, foi apresentado e discutido a Proposta Pedagógica do GESTAR II. Após a dinâmica dos balões, aplicada para descontrair os cursistas, continuou-se com as apresentações e discussões sobre o currículo do GESTAR II ( Língua Portuguesa e Matemática ). Após essa discussão foi distribuído o material didático e feito os encaminhamentos para o dia seguinte.
A segunda oficina introdutória, também com duração de 08:00h, aconteceu no dia 20/04/09. O encontro iniciou-se com um momento de espiritualidade e reflexão da mensagem “Arrume o seu tempo”. Logo, foi feito a apresentação e discussão sobre a implementação do GESTAR II e orientação sobre os procedimentos para a utilização dos cadernos de Atividades de Apoio à Aprendizagem do aluno.
Pela tarde no segundo dia, iniciou-se os estudos da unidade 9 (nove), onde foi trabalhado Gêneros textuais: do intuitivo ao sistemático. Após a explanação feita sobre o conteúdo, foi sugerido atividades da seção 1 (hum) do TP3, para maior apropriação do assunto.
Os conhecimentos prévios dos cursistas fizeram com que todos desenvolvessem as atividades propostas com certa facilidade. Em seguida foi feito uma dinâmica para a produção de textos, cujo tema era trabalho.
Portanto, o GESTAR II veio para transformar uma realidade que a muitos anos se tenta corrigi-la. A formação continuada para professores é vital para sanar as dificuldades de ensino-aprendizagem. Os docentes por já terem conhecido outro programa (PROFORMAÇÃO), ambos parecidos, fez com que todos os professores de Língua Portuguesa, Coordenadores e Diretores, os que estão em sala-de-aula ou que estão adotando uma sala, mostrassem entusiasmados e receptivos com o GESTAR que acaba de aflorar em nossas vidas, nos enchendo de perspectivas, apontando novas possibilidades para o nosso fazer pedagógico e oferecer um ensino eficaz com qualidade. Colocação de Maria do Espírito-Santo Santos,cursista.

VILA NOVA-PI

1º RELATÓRIO DO PROGRAMA
GESTÃO DA APRENDIZAGEM ESCOLAR – GESTAR II
VILA NOVA DO PIAUÍ
ÁREA DE FORMAÇÃO: LÍNGUA PORTUGUESA
FORMADORA: MARLI MARIA VELOSO



No dia 09 de fevereiro de 2009, na Unidade Escolar Sabino Gomes de Lima, às 08h, foi realizada a abertura do GESTAR II, sob a responsabilidade da equipe do programa no município: professoras Jasmira Leal (coordenadora municipal do Gestar) e Marli Veloso(formadora da área de língua portuguesa) e pelo professor Mauro Leal (formador da área de matemática), com identificação dos fundamentos do programa, caracterização, modalidade e ações integrantes e a sua articulação como política de formação continuada em serviço. Destacamos as parcerias estabelecidas (MEC, UNB, SEDUC e Secretaria Municipal de Educação de Vila Nova do Piauí). Na ocasião fizemos um trabalho em grupo para explorar as expectativas individuais e grupais.
Neste primeiro momento fizemos um estudo do Guia Geral e apresentamos ao corpo docente o kit Gestar II (TP´s e AAA´s) para que pudessem se familiarizar com o material.
No dia 10/09, na mesma Unidade Escolar, às 13h, iniciamos com a música BÊ-Á-BÁ, de Alceu Valença, para despertarmos do sono pós-almoço e para propiciarmos a discussão sobre a importância de (re)aprender já que a cada instante tudo se renova e em seguida iniciamos a realização do estudo da TP3- unidade 09 Gêneros textuais – Seção 1: do intuitivo ao sistematizado com levantamento dos conhecimentos intuitivos dos docentes, em seguida resolução das atividades 1,2 e 3. Na Seção 2- discutimos as questões 5, 6 e 7. N seção 3 destacamos as atividades 8, 9 e 10. Como a discussão sobre gênero trouxe uma abordagem nova gerando insegurança quanto ao aspecto conceitual ampliamos nossas referências com a leitura do texto Gêneros Textuais: definição e funcionalidade, de Luís Antonio Marcuschi e aproveitamos o ensejo para discutirmos sobre as sete questões que acompanham o texto.
Cada docente ficou com a incumbência de produzir uma biografia sobre alguém da comunidade e apresentá-la na próxima oficina.
· Do ponto de vista dos professores cursistas os aspectos mais destacados foram: a oportunidade de aprender mais e poder refletir sobre nossa língua. Iniciar uma nova etapa de conhecimentos. Relembrar os tipos de textos. Trocar experiências, tirar dúvidas de algumas coisas, pois todos participaram.

Quanto a auto-avaliação da professora – formadora:

Posso dizer que me senti bastante a vontade durante a realização da oficina por estar num grupo do qual faço parte há mais de dez anos e por haver planejado a oficina detalhadamente. No entanto, não deixei de me surpreender com a receptividade do grupo e com o empenho nas discussões e atividades propostas.


REGENERAÇÃO-PI 2

Relatório da 2ª Oficina do Gestar II Regeneração-Piauí
Professora Formadora: Marlene Maria de Sousa Vieira

No dia 12 de junho de 2009, nas dependências da 6ª Gerência Regional de Educação de Regeneração Piauí foi realizado o 2º encontro dos professores cursistas da Língua Portuguesa, para o estudo e a oficina do TP3.
Iniciamos os trabalhos agradecendo a presença de todos e enfatizando a importância do programa em nossas vidas. Logo após em homenagem ao dia dos namorados assistimos o slide “A arte de amar”, mostrando as várias nuances da leitura. Na continuidade partimos para a socialização dos trabalhos exercidos em sala de aula (avançando na prática). Através dos relatos constatamos que dos 22 cursistas presentes, apenas 03 não aplicaram as atividades, alegando falta de tempo, recursos, período de provas... Os demais obtiveram sucesso em suas aplicações sendo que a maioria optou por trabalhar a biografia do aluno. Alguns cursistas falaram sobre as dificuldades que os alunos tiveram ao produzir o texto na 3ª pessoa do singular e que foi trabalhado este quesito com muito cuidado, e ainda teve aqueles que substituíram a atividad e pela autobiografia. Outras dificuldades postas por eles foram a falta de recursos e algumas vezes a falta de interesse por parte do alunado. O que mais me imprecionou nas falas dos professores cursistas foram às várias estratégias usadas por eles, com a finalidade de despertar o interesse do seu aluno para leitura e produção textual. Exemplo: fragmentos de textos, uso de materiais concretos, incorporação de personagens e outros.
No segundo momento foram levantados vários questionamentos sobre os tópicos mais importantes das unidades 11 e 12 do TP3. Em seguida usamos uma dinâmica para formação de grupos “Palavra Chave” e em grupo trabalhamos a oficina proposta pelo TP3(05). Cada equipe elaborou e enumerou estratégias de leitura, interpretação, produção textual e ainda propôs métodos para trabalhar os gêneros textuais em sala de aula. Na apresentação dos grupos pudemos observar o entusiasmo dos cursistas ao sugerir novas metodologias de trabalho usando o material do gestar II.
Observando os relatórios e a avaliação dos professores sobre o encontro, pudemos perceber que houve êxito na aplicabilidade do material em sala de aula e que o nosso encontro foi de extrema importância tornando-o a aprendizagem mais significativa através da troca de experiências.
A próxima Oficina será no dia 26 de junho de 2009.